Pesquisa do IDOR com minicérebros que investiga ação do vírus Zika é destaque na imprensa

minicerebros01A pesquisa liderada pelo Dr. Stevens Rehen com "minicérebros" ganhou atenção da imprensa nacional e internacional nos últimos dias.

O processo de criação desses organóides é uma descoberta muito recente na ciência, sendo o Instituto D'Or um dos primeiros a abrigar a estrutura necessária para sua manutenção e desenvolvimento. Os minicérebros são gerados a partir da obtenção de células-tronco não-embrionárias, adquiridas em amostras de urina e, posteriormente, convertidas em neurônios.

Ao fim de seu processo laboratorial, os minicérebros equivalem ao cérebro de um feto de três meses, o que gera grande potencial para desenvolvimento de estudos relacionados à microcefalia através da infecção pelo vírus Zika.

Veja mais matérias sobre a pesquisa nos links abaixo:

Fantástico:  Cientistas usam minicérebros para desvendar como age o vírus da Zika

G1: Zika vírus: Estudo tenta replicar microcefalia em laboratório no Rio

Globo News- SP: Pesquisadores infectam minicérebros para entender a ação do Zika vírus

 Zero Hora- RS: Cientistas do Rio de Janeiro desenvolvem "minicérebros" para desvendar como age o Zika vírus

 

 

 

 

| Mais
 
Google+